Imagem 1
Imagem 1
Imagem 1
Imagem 1
Imagem 1
Imagem 1
Imagem 1
Histórico do Seminário
Dom Justino José de Santana, primeiro bispo de Juiz de Fora, quis logo no início de seu ministério fundar um seminário. Seu firme propósito realizou-se em 1° de março de 1926, data em que começou a funcionar o Seminário Santo Antônio. Desde então, o Seminário formou o clero da Arquidiocese de Juiz de Fora e de diversas outras dioceses do Brasil.
                Muitas pessoas ofereceram o melhor de si mesmas para que o Seminário crescesse e se adaptasse aos tempos chegando amadurecido aos dias de hoje. Em 1969, a Arquidiocese deu os primeiros passos para transformá-lo em Seminário Maior, criando o curso de Filosofia. A continuação dos estudos em Juiz de Fora e o acolhimento de seminaristas de outras dioceses marcaram este momento.
                O ano de 1971 viu nascer o Curso de Teologia no Seminário de Juiz de Fora. Isto possibilitava aos seminaristas completar todo o percurso da formação presbiteral no mesmo Seminário Arquidiocesano Santo Antônio.
                A década de 80 foi de grande riqueza para o Seminário. Dentre as conquistas desse tempo destacam-se a descoberta da pequena comunidade como lugar ideal da formação presbiteral; uma definição mais nítida entre a formação intelectual e as outras dimensões da formação trouxe enriquecimentos da ação pedagógica; a redefinição do papel do padre formador dos seminaristas; o eixo integrador da pastoral em todas as etapas da formação; a participação de psicólogos para a melhor formação humano-afetiva dos seminaristas; a importância singular da direção espiritual.
                Desde a década de 90, o Seminário acolhe para o processo completo da formação presbiteral apenas os seminaristas da Arquidiocese de Juiz de Fora. Seminaristas de outras dioceses – especialmente de Leopoldina e de São João Del Rei – e de congregações são acolhidas apenas para as atividades acadêmicas, através dos Cursos de Filosofia e Teologia.
 

            Reitores:

        

                1°) Côn. Afonso Daniel Intrieri (1926-1927)
                2°) Côn. Raimundo Rodolfo Corrêa (1927-1928)
                3°) Pe. Francisco de Paula T. Salgado (1928-1930)
                4°) Pe. Vicente Sombrok (1930)
                5°) Pe. João Maria Riolo (1930)
                6°) Mons. Cícero Portela (1930)
                7°) Pe. Demerval Gomes (1930)
                8°) Pe. Saturnino Casas (1930)
                9°) Pe. Abílio Mendes (1930)
                10°) Pe. José Leite (1931-1933)
                11°) Pe. Apolônio Rodrigues (1933-1934)
                12°) Pe. José Ferrer d’ Fonseca (1934-1945)
                13°) Pe. José Eugênio Corrêa (1945-1947)
                14°) Pe. Wilson Vale da Costa (1949-1952)
                15°) Côn. Antônio Pacheco (1952)
                16°) Mons. Luiz de Freitas Pires (1952-1978)
                17°) Mons. Osvaldo Ribeiro Lage (1979-1984)
                18°) Pe. Eduardo Benes de Sales Rodrigues (1985-1988)
                19°) Pe. Walmor Oliveira de Azevedo (1989-1998)
                20°) Pe. Geraldo Dôndici Vieira (1998-2003)

                21°) Pe. João Justino de Medeiros Silva (2004-2011)

                22°) Pe. Geraldo Dôndici Vieira (2012- )

      

 

Seminário Arquidiocesano Santo Antônio eMiolo.com
Av. Barão do Rio Branco 4516 - 36026-500 - Juiz de Fora MG
(32) 3239-8600 - seminario@seminariosantoantoniojf.com.br